Santa Cruz



Praias:

Praia dos Comboios: regência e uma parte de Comboios estão dentro da Reserva Biológica de Comboios, que tem a principal base do Projeto Tamar no Espírito Santo (há tartarugas marinhas de duas espécies raras: gigante e cabeçuda. O trânsito de veículos na praia é proibido, para que os ninhos não sejam destruídos. Há uma reserva indígena tupiniquim.

Praia da Barra do Riacho: onde fica o Porto da Aracruz Celulose e uma vila de funcionários da empresa. Poluída na Foz do rio Riacho.        Barra do Saí, urbana. Poluída na trecho à direita da saída do rio.

Praia Putiry: tem ondas fracas, recifes e pedras na areia grossa. Boa para a pesca. Ao sul está a Praia do Sauê, pequena e selvagem com ondas fracas e lagoa.

Mar Azul: urbana e ondas fortes.

Praia do Sauê: é uma área de mata preservada, com lagoa e rio.

Praia dos Padres: é rasa, com recifes e vegetação de mangue.

Praia do Coqueiral (ou Sauna): com ondas fracas. Perto de uma colônia de índios guaranis.

Praia de Itaparica: é uma enseada de recifes, areia fofa, ondas fracas e vegetação de restinga.

Praia Formosa: tem uma piscina natural.

Praia Grande: no município de Fundão, ao município de Nova Almeida, onde fica a vila dos pescadores às margens do Rio Reis Magos e banhada por praias de águas rasas e sem ondas, que só lotam no verão. Ali as pedras de recifes e bancos de areia escura formam pequenas baías e é boa para surfe. 

Jacaraípe: praia boa para surfe, mas fica na desembocadura do Rio Jacaraípe e é poluída.

Praia Rio Preto: é boa para caça submarina.

© 2008 Trindade & Gonçalves - Produzido por Conceitual