Rio de Janeiro



A rede hoteleira vem se modernizando lentamente, para atrair o público executivo. Aos domingos, o trânsito nas avenidas que margeiam as praias do Leblon ao Leme é interrompido para dar lugar a atividades de lazer.

As praias do sul, urbanizadas, têm postos de salvamento a cada 1 km, quiosques de alimentos em toda a orla, ciclovia com farol para pedestres e áreas de lazer (principalmente vôlei) que não atrapalham caminhadas, pois ficam afastadas do mar. As principais atrações da cidade são: Jardim Botânico, Museu Nacional de Belas Artes, Museu da Republica, Museu Nacional, Mosteiro de São Bento, Igreja N.S. da Candelária, rio Zôo, Pão de Açúcar, Morro do Corcovado e Parque Nacional da Tijuca.

Praias:

Sepetiba, Recâncavo, Cardo, Pedra de Guaratiba e Barra da Guaratiba: são poluídas, essa última à direita dá acesso a longa Restinga de Marambaia, de acesso interditado por ser área militar.

Perigosinho, Meio, Funda e Inferno: têm estreita faixa de areia branca e ondas violentas. A dificuldade das trilhas de acesso as mantém em  estado quase selvagem.

Praia Grumari: é cercada por morros cobertos de vegetação de restinga e separados do mar por uma baixada. As ondas fortes atraem sufistas. A areia é grossa e bem amarela. Área de Proteção Ambiental. 

Prainha: é boa para surfe. Os morros em volta são cobertos por Mata Atlântica e têm um manancial de água doce.

Joatinga: tem difícil acesso, mas sua beleza compensa. Vale a pena ser visitada no verão quando o sol permanece mais tempo, tem pequena faixa de areia. Para chegar até ela é preciso pegar a Estrada do Joá, e depois fazer uma descida por pedras.

Praia Recreio dos Bandeirantes: é movimentada. Enseada separada da Praia da Barra por uma grande pedra. Tem águas calmas e areias claras. A Lagoa de Marapendi foi transformada em Área de Proteção Ambiental.

Praia Barra (Barra da Tijuca): é a mais extensa do Rio (18 km), e muito badalada. É mais urbanizada nos primeiros 6 km. Tem areia branca e fina e um mar de tombo, com ondas fortes, perigosas para banho, mas  boas para surfe e bobyboard. O windsurfe também é praticado, no Farol da Barra. Poluída na saída do Canal de Marapendi.

Praia Ramos: é poluída. Como piloto do projeto de reurbanização no litoral carioca, recebeu iluminação, calçadão, aparelhos de ginástica e balanços.

Praia do Flamengo: é poluída. O Parque do Flamengo, com quadras desportivas, iluminação noturna e área gramada acompanha toda a extensão. O aterro do Flamengo, com projeto paisagístico de Burle Marx, é o maior parque urbano do mundo, com área de 1,2 milhão m2.

Praia do Botafogo: na enseada do Botafogo, com mar calmo, bom para esportes  a vela. No lado direito está a sede do Iate Clube do Rio. Urbanizada e poluída.

Praia do Urca: fica no sopé do Morro da Urca. É pequena, 100 m, com mar calmo. Poluída.

Fora e Dentro: são pequenas, 100m e 170m, com areia branca e fina E águas calmas. Estão próximas à Fortaleza de São João. Poluídas.

Praia Vermelha: é amarela e grossa. Da Praça General Tibúrcio sai o teleférico para os morros da Urca e do Pão de Açúcar. Poluída. 

Praia do Leme: Ao fundo ficam o Forte do Leme e a Favela da Babilônia. Tem areia branca e fofa. No costão ao pé do morro há o movimentado Caminho do Pescador, área usada para a pesca de arremesso.

Praia de Copacabana: vai da Av. Princesa Isabel até o Forte de Copacabana. Continua sendo a praia mais famosa do Rio.Tem inúmeros campos de futebol, vôlei e futevôlei. É uma praia extensa e larga e ondas fracas ou fortes, dependendo do trecho. O calçadão foi projetado por Burle Marx, exibe a marca registrada do bairro. Aqui se realiza uma das mais famosas festas de Réveillon do país, com espetáculos pirotécnicos, oferendas a Iemanjá e presença de milhares de pessoas.

Praia do Forte: são 3 pequenas praias de ondas fortes, próximas a costões, boas  para surfe e pesca.

Praia do Diabo: é pequena, com ondas fortes, boa para surfe, localizada entre a Ponta de Copacabana e a Ponta do Arpoador.

Praia do Arpoador: tem 500m de areia clara, anfiteatro, aparelhos de musculação e quadras de esporte. Muito procurada para surfe.

Praia de Ipanema: fica ao longo da Av. Vieira Souto e, a exemplo do Leblon, tem sanitários e chuveiros nos postos de salvamento. É urbana, com faixa de areia clara e ondas relativamente fortes. Imprópria para banho no trecho em frente à R. Raul Redfern.

Leblon: normalmente está imprópria pra banho, mas tem boa facha de areia que permite a prática de diversos esportes. Continuação da praia de Ipanema, no final da praia encontramos o Mirante do Leblon, que dá uma bela vista da orla da zona sul.

 

© 2008 Trindade & Gonçalves - Produzido por Conceitual