Cabo Frio



Cabo Frio porque as águas trazidas pela corrente marítima que vem da Antártida são frias. A areia é branca, fina como talco, e com contato com águas transparentes forma praias deslumbrantes. O vento leva a areia, que se acumula criando grandes dunas na orla, a mais famosa delas, a Dama Branca. Para o interior, lagoas, com cataventos é a extração do sal, atividade do passado que ainda se vê.

Uma das mais antigas cidades da região, mescla atrações culturais, naturais, esportivas e opções de compras. Para conhecer um pouco de sua história, deve-se passear pelo casario no Largo São Benedito e visitar o Convento Nossa Senhora dos Anjos, com um museu de peças sacras e igreja, onde se realizam apresentações musicais.

Praias:

Praia do Peró: é uma praia de mar aberto, ondas fortes, cercada por morros e dunas. Boa para surfe e pesca de arremesso. Tem um esporte local: o sandboard (descer as dunas em pranchas de madeira).

Praia das Conchas: em forma de ferradura, é uma baía com areias amareladas e águas esverdeadas, transparentes e calmas.  Boa para pesca. Tem aluguel de cavalos.

Praia Brava: tem acesso difícil e inclui caminhada de 300 m descendo um morro. Areia amarelada. As ondas são boas para surfe. Usada eventualmente por nudistas. Tem uma bela paisagem, e ao fundo um paredão de pedras.

Forte de São Mateus: é urbana. Areia branca e fina e mar calmo, com exceção de alguns pontos que favorecem o surfe. Abriga o Forte de São Mateus (1616) e o Sambaqui da Duna Boa Vista.

Dunas: é uma praia central e urbanizada, com muitas dunas.

Praia do Foguete: tem ondas fortes. A areia é clara e fina. As águas azuladas e frias. Um dos melhores trechos desta parte do litoral. Ainda pouca ocupada, tem algumas casas de veraneio. Ali acontecem campeonatos de surfe e o local é bom também para a pesca de linha.

Praia do Forte:a mais movimentada. De tão branca, a areia ofusca. Brisa marítima forte, considerada por velejadores  a raia mais rápido do mundo.

© 2008 Trindade & Gonçalves - Produzido por Conceitual