Florianópolis



São 42 praias e paisagens como dunas, lagoas e mangues, além de trilhas e vistas panorâmicas do alto de morros e com uma vida noturna intensa.

Para conhecer a ilha inteira 5 dias são o suficiente, se o roteiro for bem programado para economizar tempo. Menos que isso é pouco. O ideal mesmo e ficar 1 semana para conseguir conhecer tudo com calma e descansar bastante.

Praias:

Joaquina: seus maiores frequentadores são os surfistas, praticantes de vôlei e futebol, belas garotas... Além da praia, também pode-se esquiar nas dunas. Muito frequentada, conta com boa infra-estrutura.

Mole: frequentada por surfistas e praticantes de parapente. Areia fofa e solta. Vários barzinhos na orla da praia para hora de matar a fome.

Jurerê: boa para caminhada, com areia fina e clara, o mar é calmo e esverdeado, de temperatura amena, com poucas ondas. No mar ficam iates e veleiros.

Brava: por fugir dos padrões calmos das praias da ilha, atrai surfistas, por ter fortes ondas e repuxo. Cercada por morros, é necessário passar por um mirante de onde se tem uma bela visão da praia, para se chegar a ela.

Santinho: maiores frequentadores são os surfistas que acham que esta é a melhor praia da ilha para prática de surfe. É uma praia tranquila, que atrai muitos turistas.

Lagoinha: águas de temperaturas mais elevadas, poucas ondas, e boa faixa de areia para as famílias levarem as crianças.

Armação: é um dos principais postos de pesca, os pescadores a dividem com os turistas e surfistas do local.

Açores: dela podemos avistar as Ilhas Três Irmãs e a Moleque do Sul, mar de águas azuis e frias, sem grandes ondas. Por ser cercada por morros permite diversas trilhas ecológicas.

Solidão: é uma das mais belas praias de Santa Catarina, que quase não foi mexida. Fica em um lugar afastado e escondido da cidade. O visual da praia se compõe de águas claras e areia clara, cercada por uma natureza verde.

© 2008 Trindade & Gonçalves - Produzido por Conceitual