Peruíbe



Tem 32 km de praias urbanizadas com boa estrutura de serviços. Possui rios, cachoeiras, corredeiras e matas virgens. Ao sul há a paisagem muda: enseadas e baías de águas claras surgem, cercadas de Mata Atlântica.

Praias:

Praias Poema de Anchieta , Convento e Tapirema: têm ondas boas para surfe. Têm areia batida, fina e escura.

Praias de Abarebebê e Oásis: são boas para pesca de arremesso e surfe.

Arpoador: Urbana. Areia fina e escura.

Praia do Canto ou Costão: urbana- Há molhes e pedras. Imprópria para banho.    

Prainha: cercada por rochas e banhada por mar calmo. Ocasionalmente imprópria para banho.

Guaraú: boa para surfe e pesca de vara. Mergulhadores costumam freqüentar as ilhas do Abrigo, do Guaraú e do Guararitama. Acesso pelo Morro do Guaraú através da estrada estrela.

Guarauzinho: é uma praia de mar calmo, envolta por vegetação. Acesso de barco pelo Rio Guaraú 5 minutos. Para seguir adiante é preciso autorização do Ibama ou da Secretaria do Meio Ambiente de São Paulo.

Praia do Arpoador: é uma enseadinha selvagem e desabitada. Areia clara e águas calmas. Fica entre pontas de pedra e ao pé de maciço rochoso. Perto há duas cachoeiras. Acesso só de barco.

Praias de Parnapuã e Brava: são habitadas por pescadores. Têm ondas fortes. Acesso restrito a grupos de pesquisa e proteção da vida silvestre.

Praias de Juquiá e Deserta ou Desertinha: A primeira tem acesso restrito devido a um condomínio. Para chegar a segunda, só através de trilhas ou de barco.

Praia de Caramborê: é primitiva. Nos lados, costões; ao fundo, Mata Atlântica. Águas mansas e esverdeadas.

Praias da Barra do Una e Uma: O trecho aberto à visitação restringe-se à margem esquerda da Foz do Rio Uma do Prelado (ou Comprido). Há um vilarejo na estação ecológica. Acesso por 22 km de estrada de terra precária, muito ruim sob chuva.

© 2008 Trindade & Gonçalves - Produzido por Conceitual